• Suzana Freire

DESTINATION WEDDING


Uma expressão que agora já é usada no português. Todo mundo já ouviu dizer e sabe o que é: “Destination wedding”, é o casamento realizado fora das cidades dos noivos, em um lugar especial para a história do casal ou simplesmente um local com cenário cinematográfico que possa causar uma experiência muito além das festas e cerimônias habituais.


Tradicionalmente, o casamento era realizado na cidade da noiva. Esse costume simbolizava que sua família estava fazendo as honras da casa, sendo anfitriã de todos os convidados, recebendo inclusive os familiares e convidados do noivo. Mas esse formato já foi adaptado, alterado e até mesmo esquecido.



Estamos vivendo a era do mundo personalizado, onde todos têm a liberdade de se inventar, de seguir estilos compatíveis com sua personalidade e que fugir do padrão não significa perder o lado sofisticado de uma celebração.


É possível realizar um casamento em um local inusitado para todos os convidados e ainda assim produzir uma cerimônia e festa tradicionais cheias de protocolos clássicos. Atualmente o luxo se concentra na possibilidade de proporcionar uma experiência, se desconectando de um luxo meramente material. O diferencial está em envolver e encantar.



Ao escolher uma praia paradisíaca, uma ilha exótica, um campo inusitado, um país charmoso, ou um vilarejo exclusivo para celebrar um casamento, automaticamente se cria uma vibe específica e todos os itens do casamento são contextualizados nesse universo para transportar seus convidados para esse mundo desde o “save the date” até as lembrancinhas e cartões de agradecimento.


Todo um receptivo especial é planejado para os convidados do “destination wedding”. O familiar ou amigo que viajou e comprou a ideia de ir para um evento fora do comum está aberto à novas experiências e tem expectativas altas para ser surpreendido a cada momento. É nesse ponto que os detalhes fazem diferença.


Viajar demanda tempo e dedicação. É preciso um investimento financeiro considerável e os noivos sabem disso. Em retribuição a esse carinho, os kits de boas-vindas se tornam especiais e praticamente indispensáveis como forma de demonstrar o quanto os noivos estão felizes e valorizam a presença de cada um.


Finalmente todos a bordo, resta apenas usufruir dessa oportunidade. Além do dia do casamento, o formato de “destination wedding” permite aos noivos criar pequenos eventos para aproveitar ao máximo a presença de todos. Dias antes do casamento é importante marcar um ponto de encontro para receber os convidados, pode ser um restaurante, um passeio de barco, um barzinho típico do local escolhido. É essencial que você permita aos convidados “turistar”. Se o destino é um dos atrativos do seu evento, use-o a seu favor o tempo todo. No dia seguinte ao casamento, é super gentil combinar um local para se encontrar com os convidados. Pode ser um fim de tarde na praia, um luau, ou um jantarzinho charmoso. Tudo informal e bem descontraído.


Não há formatos engessados, o fundamental é ser atencioso e delicado com os convidados, e para isso, é preciso conhecê-los. Um perfil mais jovem e descolado traça uma programação totalmente diferente de um “destination wedding” mais família. Qualquer que seja o estilo, programar mini encontros com seus convidados em momentos estratégicos vai fazer com que se sintam incluídos e bem recebidos.



Muitos convidados aproveitam a viagem e estendem uns dias no destino do casamento. Os noivos também costumam passar a lua-de-mel onde casaram ou aproveitam a proximidade com outro destino desejado.


O fundamental é saber aproveitar o que o lugar proporciona. Criar momentos e tirar fotos que valorizem o local escolhido de forma a ficar registrado em álbuns, filmes de casamento e na memória de todos que participaram dessa experiência única.


*post originalmente publicado no Blog do MARCOS PROENÇA Cabeleireiro

0 visualização
casamento assessoria cerimonial